Valorizamos o ambiente

Empresa referência no tratamento e valorização de resíduos em sua área de abrangência

Valorizamos o ambiente

Empresa referência no tratamento e valorização de resíduos em sua área de abrangência

O Recycle Bingo chegou ao Algarve!

Diverte-te a reciclar.

Nova Celula C do Aterro Sanitário do Sotavento

Nova Celula C do Aterro Sanitário do Sotavento

Central de Valorização Orgânica

Central de Valorização Orgânica

Ecocentro de Albufeira e Centro de Educação Ambiental

Ecocentro de Albufeira e Centro de Educação Ambiental

Unidade de Compostagem de Verdes em Portimão

Unidade de Compostagem de Verdes em Portimão

Estação de Transferência de Faro/Loulé/Olhão

Estação de Transferência de Faro/Loulé/Olhão

ALGAR reforça atividades

O Sistema Multimunicipal de Valorização e Tratamento de Resíduos Urbanos gerido pela ALGAR, que engloba os 16 Municípios do Algarve, tem em consideração a elevada afluência turística à região, sobretudo durante as grandes férias escolares, uma vez que a população quase que triplica o total de residentes nesses períodos, provocando um aumento na produção de resíduos.

 

A ALGAR tem especial atenção a esta situação, pelo que logo no período da Páscoa são implementadas algumas medidas preventivas.

O objetivo é responder de forma eficaz à elevada produção de embalagens que se espera e preparar os meios operacionais que serão necessários, já a pensar no Verão, de modo a melhorar a qualidade do serviço disponibilizado à população.

 

Medidas preventivas implementadas

Para fazer face ao elevado crescimento de resíduos de embalagens nas suas instalações, distribuídas por toda a região, a ALGAR está a mobilizar meios humanos e equipamentos para as atividades de Recolha Seletiva e Triagem, nomeadamente:

 

  • Contratação de mão-de-obra temporária para reforço da Atividade de Recolha Seletiva, 11 motoristas e 30 auxiliares. Com este reforço pretende-se atingir as 60 equipas;
  • Aquisição de 7 novas viaturas para a Recolha Seletiva de ecopontos, o que permitiu aumentar em 32% a capacidade da frota;
  • Contratação de mão-de-obra temporária para suporte à Atividade de Triagem, 24 operadores;
  • Contratação de chefe de equipa para a Unidade de Triagem do Sotavento;
  • Entre Maio e Outubro, reforço na recolha de ecopontos e de envolventes, recorrendo a prestadores de serviços externos;
  • Aumento do número de ecopontos em 2019, com a instalação de mais de 350 novos equipamentos. Brevemente ficarão disponíveis mais de 3900 ecopontos em toda a região do Algarve (12.800 contentores). O objetivo é garantir o rácio de um ecoponto por cada 126 habitantes.

De notar que para além dos ecopontos distribuídos pelos 16 concelhos, estão disponíveis, para toda a população, 13 Ecocentros com capacidade para a receção de grandes quantidades de resíduos de embalagens recicláveis e de maior dimensão (três em Loulé, dois em Albufeira e em Portimão, um em Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Lagos, Tavira e Vila do Bispo).

 

  • A empresa investe ainda na recolha seletiva dos resíduos provenientes do comércio e serviços, no âmbito do seu projeto “Algarlinha” (informações 800 203 251), através da contratação de apoio operacional externo, que incluiu equipas e viaturas de recolha. Esta prestação de serviço abrange a recolha diretamente nos estabelecimentos comerciais aderentes e a recolha de envolventes nos ecopontos.

Trabalhamos em parceria com os municípios para um Algarve mais sustentável

A ALGAR conta com a colaboração dos Municípios para o controlo e fiscalização da deposição incorreta dos resíduos nos ecopontos, bem como, sensibilizar a população no cumprimento de boas práticas, essenciais à atividade da recolha seletiva, nomeadamente, alertar, impedir o estacionamento junto dos ecopontos que inviabiliza a sua recolha pelas viaturas da ALGAR, com os consequentes problemas ambientais. Esta parceria tem como principal objetivo melhorar a articulação entre as entidades da região e a ALGAR na resolução de alguns constrangimentos operacionais que surgem, principalmente nos períodos de maior concentração populacional no Algarve. Desta forma consegue-se a definição de metodologias comuns tanto na limpeza urbana como na recolha de resíduos, através da concertação de esforços, otimização de recursos e integração de contributos.

 

Política de portas abertas

A ALGAR acredita numa política de portas abertas, pelo que está disponível para receber regularmente visitas da população às suas Unidades de Triagem, onde é possível observar de perto a receção, o manuseamento e todo o trabalho de processamento dos resíduos que são recolhidos nos ecopontos.

As visitas são guiadas e dão oportunidade de conhecer o trabalho que se realiza na linha de triagem com a separação da elevada quantidade de materiais recicláveis por fileira.

O fluxo do contentor amarelo (plástico e metal) é separado nas diferentes tipologias: PET, PEAD, Filme, EPS (esferovite), Plásticos Mistos, ECAL (embalagens de cartão para alimentos líquidos), Metais Ferrosos e Não Ferrosos. No que respeita ao fluxo do contentor azul (papel e cartão) rececionado, pode-se observar a separação de contaminantes como papéis sujos com gordura e outros, seguido da sua preparação para enfardamento. Quanto ao material proveniente do contentor verde (vidro), pode-se observar a sua triagem, numa linha independente, onde se retiram os sacos de plástico e outros resíduos indiferenciados incorretamente misturados com estas embalagens.

No final de toda a atividade, o visitante verifica que os diferentes materiais, após serem recolhidos nos ecopontos, por fluxo, são encaminhadas para as unidades de triagem, onde sofrem uma melhor separação, são enfardados (com a exceção do vidro), acondicionados e expedidos para a indústria recicladora.

16
Munícipios
451 Mil
Habitantes
14
Infraestruturas
8,4 Milhões toneladas
Resíduos Tratados
499 Mil toneladas
Resíduos Reciclados
42 Mil toneladas
Corretivo Orgânico Produzido
121 GWh
Energia Produzida